Asssociação Médica Mundial revê juramento dos médicos e inclui respeito à autonomia do paciente

By | 5 de novembro de 2017

A Associação Médica Mundial reviu em sua 68ª Assembleia Geral, realizada em Chicago, Estados Unidos, no mês de outubro, a Declaração de Genebra, de 1948, e incluiu o respeito à autonomia do paciente no Juramento dos Médico. Abaixo a nova Declaração de Genebra:

«Como membro da profissão médica:
–  Prometo solenemente consagrar a minha vida ao serviço da humanidade;
– A saúde e o bem-estar do meu paciente serão as minhas primeiras preocupações;
Respeitarei a autonomia e a dignidade do meu paciente;
– Guardarei o máximo respeito pela vida humana;
– Não permitirei que considerações sobre idade, doença ou deficiência, crença religiosa, origem étnica, gênero,  nacionalidade, afiliação política, raça, orientação sexual, estatuto social ou qualquer outro fator se interponham entre o meu dever e o meu paciente;
– Respeitarei os segredos que me forem confiados, mesmo após a morte do paciente;
– Exercerei a minha profissão com consciência e dignidade e de acordo com as boas práticas médicas;
– Fomentarei a honra e as nobres tradições da profissão médica;
– Guardarei respeito e gratidão aos meus mestres, colegas e alunos pelo que lhes é devido;
– Partilharei os meus conhecimentos médicos em benefício dos pacientes e da melhoria dos cuidados de saúde;
– Cuidarei da minha saúde, bem-estar e capacidades para prestar cuidados da maior qualidade;
– Não usarei os meus conhecimentos médicos para violar direitos humanos e liberdades civis, mesmo sob ameaça;
Faço estas promessas solenemente, livremente e sob palavra de honra».

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *