Como melhorar a comunicação entre médicos e pacientes?

A comunicação entre o médico e o paciente é crucial para a cura e o bem-estar do paciente. Assim, é essencial que o médico utilize formas verbais e não-verbais de comunicação para identificar as necessidades do paciente.

Lisa Mulcahy, especialista em saúde, dá 4 dicas para os médicos com o objetivo de melhorar a sua comunicação com o paciente:

  1. Não seja julgador – Um estudo da Universidade de Utah demonstrou que mais de 80% dos pacientes mentem para seus médicos, especialmente sobre sua alimentação e exercícios físicos. Os pacientes mentem por recearem receber um sermão do médico ou decepcioná-lo.
  2. Não interrompa o paciente antecipadamente – pesquisadores da Universidade da Flórida constataram que os pacientes levam em média 11 segundos para falar sobre seus sintomas. Médicos especialistas comumente (1 em 3) interrropem os pacientes muito cedo, o que os impossibilita de serem informados adequadamente sobre os sintomas.
  3. Converse com o paciente sobre exames, procedimentos e efeitos dos medicamentos – Estudos do Centro de Câncer de Lineberger detectaram que os médicos gastam menos de 1 minuto explicando um exame de cancêr de pulmão, o que pode levar o paciente a não compreender o impacto dos falso-positivos e os potenciais riscos de um acompanhamento invasivo do cancêr de pulmão.
  4. Registre no protuário os sintomas relatados pelo paciente – um estudo da Medicina de Michigan identificou que os sintomas descritos pelos pacientes e o diagnóstico médico registrado no prontuário não são coincidentes. Assim, é importante que do prontuário conste o relato do paciente sobre seus sintomas.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *