Dia internacional da mulher e os direitos humanos da paciente

No Dia Internacional da Mulher, o Observatório de Bioética e Direitos Humanos dos Pacientes chama atenção para as violações de direitos humanos das mulheres na esfera da saúde.

A Organização Mundial da Saúde – OMS reconhece que a despeito de “terem alcançado um progresso considerável nas últimas duas décadas, as sociedades estão ainda falhando com as mulheres nos momentos-chave de suas vidas”. Dessa forma, as mulheres e meninas “não conseguem alcançar seu potencial pleno por causa de desigualdades de saúde, sociais e de gênero persistentes e da inadequação dos sistemas de saúde”. Sendo assim, a situação das mulheres no campo da saúde ainda apresenta enorme desafios a serem enfrentados pelas sociedades com vistas a lidar com suas vulnerabilidades especificas e a discriminação decorrente de uma cultura patriarcal e autoritária. Particularmente, no cuidado em saúde, as mulheres são submetidas a violações de direitos humanos identificadas pela OMS, como a mortalidade materna e a esterilização involuntária.

 

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *