“Doutor WhatsApp” e o paciente responsável

O médico Morton Scheinberg em seu artigo sobre o “Doutor WhatsApp” alertou a população acerca dos perigos para a saúde quando há o uso excessivo do WhatsApp como meio de comunicação entre o profissional e o paciente.

Segundo Scheinberg, “é muito comum o paciente mandar foto de lesão e pedir opinião do médico ali mesmo, na mensagem de texto” e, alguns pacientes chegam ao ponto de “enviar uma foto do seu vômito, ou outro que gravou a sua respiração para ilustrar o ritmo”.

A figura do paciente responsável é fundamental para se gerar uma cultura de respeito aos direitos humanos dos pacientes, pois o respeito à autonomia do paciente e ao seu direito à informação implicam uma postura do paciente atenciosa com o seu próprio cuidado. Não é adequado despejar nos médicos todo o dever de buscar um diagnóstico ou tratamento seguro, o paciente também tem um papel fundamental no processo terapêutico.

O paciente responsável utiliza as novas mídias com cautela, e, ainda, nada substitui “os encontros presenciais entre médico e paciente que criam um vínculo de segurança e confiança”, conforme ressalta Scheinberg.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *