Mídias sociais e privacidade do paciente

A confidencialidade das informações do paciente é uma obrigação dos profissionais de saúde e das pessoas que ocupam funções administrativas em serviços de saúde. No entanto, o desrespeito à privacidade e à confidencialidade dos pacientes tem sido uma constante nos meios de comunicação.
A partir da profliferação do uso das redes sociais, o risco de violação à privacidade do paciente foi potencializado. As exposições de pacientes tornaram-se frequentes, em razão da falta de ética de alguns profissionais da saúde que publicam em suas páginas do Facebook e do Instagram, bem como enviam via Snapchat e Whatsapp imagens e informações relacionadas aos seus pacientes .
O desrespeito à vida privada e a inobservância do dever de confidencialidade configuram violações de direitos humanos dos pacientes.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *